Warning: A non-numeric value encountered in /home/sindservguaruja/www/wp-content/themes/gonzo/single.php on line 51

Warning: A non-numeric value encountered in /home/sindservguaruja/www/wp-content/themes/gonzo/single.php on line 52

Warning: A non-numeric value encountered in /home/sindservguaruja/www/wp-content/themes/gonzo/single.php on line 53

Warning: A non-numeric value encountered in /home/sindservguaruja/www/wp-content/themes/gonzo/single.php on line 54

Warning: A non-numeric value encountered in /home/sindservguaruja/www/wp-content/themes/gonzo/single.php on line 55

Warning: A non-numeric value encountered in /home/sindservguaruja/www/wp-content/themes/gonzo/single.php on line 56

Warning: A non-numeric value encountered in /home/sindservguaruja/www/wp-content/themes/gonzo/single.php on line 57
Artigos no image

Publicado em 17 novembro, 2015 | por Marina Cavalcante

0

Sindicato esclarece situação da Unimed a servidores

 

Para esclarecer todos os comentários e boatos e dificuldades que a Unimed Guarujá tem passado e vem causando aos seus usuários, servidores da PMG, o Sindserv realizou assembléia no ultimo dia 15. Durante a reunião, os diretores reiteraram que a torcida pela recuperação da Unimed Guarujá é grande, frente ao elevado número de servidores beneficiários do plano da cooperativa de trabalho médico, entretanto encontra-se impedido de fazaer a rescisão contratual, pela ANS.

Desde o ano passado a Unimed Guarujá está em processo de alienação de carteira (a alienação de carteira é a venda  de uma operadora para outra e deve ser feita com autorização prévia da ANS – Agência Nacional de Saúde Suplementar, que  classifica em dois grupos as alienações de carteira: venda voluntária de uma operadora para outra, chamada de transferência voluntária de carteira; e venda obrigatória da carteira, por determinação da ANS, chamada transferência compulsória de carteira).

Duas operadoras, a Unimed Guarulhos e a Unimed Santos tentaram, mas não conseguiram assumir a carteira da Unimed Guarujá, pois sua situação financeira é crítica. Por sua vez a Unimed tenta se recuperar e até marcou uma assembleia para o próximo dia 21 de outubro, objeto do segundo item da pauta de discussões que será feita com os médicos cooperados.

A diretoria ainda salientou na ocasião que diversas denúncias de cobrança indevida por parte dos médicos cooperados e também de demora de abertura de agenda que , segundo eles, estaria disponível para consultas em mais de 90 dias, têm chegado ao conhecimento da entidade, mas de forma informal. Portanto qualquer tipo de denuncia destas o outras naturezas deve ser  realizada formalmente, de forma documental, para que as providências cabíveis sejam tomadas.



Comments are closed.

Voltar ao topo ↑